'
×
Publicado em: 12/05/2014

O interessante e muito bacana caso misterioso investigado pela poderosa agência de detetives do raio laser

Wellington Sari nunca gostou de títulos grandes. Mas, era esta frase aí em cima, do tamanho da muralha da China, que, inicialmente, denominava o projeto que depois passou a ser conhecido como “Coração Azul”. O roteirista nunca foi capaz de explicar aos amigos do Quadro o motivo que o levou a adotar nome tão comprido. “Complexo de frase longa”, explicou, à época, o psicólogo linguístico Anderson Simão.

Apesar de “Coração Azul” ser atualmente o nome definitivo do projeto, muitos outros foram testados, mesmo durante a gravação do filme. “Amarelo Manga”, “Operação Dragão”, “Calção Azul” e “Beatles – o filme”, foram alguns dos títulos descartados ao longo das filmagens.

Na primeira foto de hoje, é possível ver, na claquete, que o título, no primeiro dia de trabalho, era “Viajo porque preciso, volto porque te amo” (é perceptível o olhar de aprovação, por parte de Guilherme, que interpreta Samuel). Já a segunda imagem mostra Evandro Scorsin, que interpreta o Professor Alê, jogando xadrez, entre um take e outro. O terceiro clic registra Daniel Florêncio, diretor de fotografia do projeto, admirando o barbear rente de Sari. A última foto exibe Larissa, que interpreta Camila, tentando segurar a mandíbula, que havia se descolado momentos antes, por conta da água com ácido sulfúrico, fornecida pela produção do filme.

Para ver as fotos, clique aqui.

Não há comentários, seja o primeiro a comentar!

Responder

À
5

Please Wait...